terça-feira, agosto 30, 2005

Manuel Triste


A montanha pariu um rato...

Depois de, corajosamente, ter afrontado a paternalista e mais que ridícula decisão de Soares se candidatar a um terceiro mandato a Belém, Manuel Alegre repetiu a rábula do coitadinho e "borregou" no momento em que todos esperavam e desejavam assistir ao lançar de uma candidatura verdadeiramente independente e alternativa ao estado vegetativo em que a República caiu.

O engraçado de tudo isto é que o discurso da retirada é brilhante na análise e na definição do descontentamento que por aí vai crescendo relativamente à Democracia que não temos e gostaríamos de ter. Contudo, a sua conclusão é penosamente patética porque cede em todo o terreno à lógica simplista e maniqueísta do aparelho partidário socialista. Cobardemente, Alegre não quer "ser responsabilizado pela divisão da esquerda" e pela "eventual fractura do Partido Socialista"...

É pena, pois há causas muito mais importantes do que ser um disciplinado militante do PS!

3 comentários:

Anónimo disse...

Very nice site!
»

africamente disse...

Um novo espaço de encontros e amizades , com videochat, mapas, blogs, albuns de fotos, videoteca, música e noticias sobre Africa! www.africamente.com

Anónimo disse...

Enjoyed a lot! »